Após Brasília, próximas capitais com sinal 5G serão SP, BH, Porto Alegre e João Pessoa, diz Anatel

  • 04/07/2022
De acordo com Agência Nacional de Telecomunicações, sinal da tecnologia 5G será ativado em Brasília na próxima quarta-feira (6). Nessas outras quatro capitais, ainda não há data. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta segunda-feira (4) que, depois de Brasília, o 5G (quinta geração de internet móvel) será ativado em São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa — de acordo com a Anatel, em Brasília o 5G começará a funcionar na próxima quarta-feira (6); nessas outras quatro capitais, ainda não há data. Guia do 5G: tire dúvidas A decisão sobre as quatro próximas capitais contempladas foi tomada pela Entidade Administradora de Faixa (EAF), que informou os nomes das cidades em reunião extraordinária do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi). Criado pela Anatel, o grupo tem como objetivo efetivar a implantação do 5G no país na faixa de 3,5 gigahertz, a principal leiloada em novembro do ano passado. Na reunião, o grupo decidiu autorizar o funcionamento do 5G em Brasília nessa faixa a partir de quarta-feira (6). Além de técnicos da Anatel, compõem o grupo representantes do Ministério das Comunicações e as operadoras Claro, TIM e Vivo, vencedoras do certame. De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, que coordena o Gaispi, a Entidade Administradora de Faixa fez testes na capital federal no fim de semana, e as operadoras concluíram todas as etapas para a ativação do 5G em Brasília ainda nesta semana. Segundo ele, a EAF listou São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa como as mais viáveis para a implantação da tecnologia depois de Brasília, mas ainda está determinado o prazo para isso. O conselheiro afirmou ainda que outras capitais podem ser anunciadas na semana que vem, quando o Gaispi se reunirá novamente. Guia do 5G: tire suas dúvidas 5G em Brasília Ao autorizar o funcionamento do 5G em Brasília, o Gaispi informou que a cobertura da nova geração de internet móvel atingirá cerca de 80% do Distrito Federal. De acordo com Moreira, cada uma das três operadoras instalou 100 estações espalhadas pelo Distrito Federal, com maior concentração na região do Plano Piloto, área central de Brasília onde ficam a Esplanada dos Ministérios e as sedes de Executivo, Legislativo e Judiciário. Para o grupo autorizar o funcionamento da tecnologia em Brasília, era necessário que as operadoras instalassem ao menos 33 estações na capital federal e garantissem que o 5G não atrapalharia o sinal de TV transmitido por antena parabólica. Uma vez liberado o uso da faixa de 3,5 GHz, as operadoras precisarão obter a licença da Anatel para fornecer o sinal do 5G. Para isso, as empresas devem pagar uma taxa de R$ 1.340 por estação por meio de boleto. O grupo estima que o pagamento será concluído a tempo de o sinal funcionar na quarta-feira (6). Brasília é a primeira capital a receber a internet 5G Em outras capitais até setembro O prazo para o 5G começar a funcionar em todas as capitais vai até 29 de setembro. Inicialmente, as operadoras deveriam disponibilizar a tecnologia nas capitais até o fim de julho, mas a data limite foi adiada devido a dificuldades logísticas de importação de equipamentos. De acordo com Moreira, a implantação em Brasília está adiantada porque a capital federal exigiu uma menor quantidade de equipamentos em comparação às demais cidades.

FONTE: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2022/07/04/apos-brasilia-proximas-capitais-com-sinal-5g-serao-sp-bh-porto-alegre-e-joao-pessoa-diz-anatel.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes